A importância de respirar corretamente para a saúde

Postado por magna em 02/jun/2017 - Sem Comentários

respirar corretamente

Respirar é um processo natural e aparentemente simples, automático, por isso acaba não tendo nossa atenção. Respiramos aproximadamente 20 000 ciclos respiratórios por dia, a respiração é crucial para o transporte de oxigênio e, ao respirar corretamente, você realizará atividades mais vezes o com menos esforço.

 

Qual é a respiração ideal para o meu treino?

 

Quando o exercício for leve, o método tradicional é o mais indicado: inspirar pelo nariz e expirar pela boca. Isso porque a respiração nasal aquece, umidifica e filtra o ar inspirado e melhora as trocas gasosas.

Para treinos pesados, a técnica mais indicada é a Valsava: exalar o ar para fora, mantendo o nariz e lábios fechados. Com ela, a pressão arterial aumenta, por isso não é indicada para amadores.

 

Exercícios para respirar melhor

 

Respiração abdominal

Coloque a mão direita no abdômen e a mão esquerda no tórax, à altura do coração, para se certificar que não usa o tórax e que expande o abdômen corretamente.

Enquanto inspira, o diafragma baixa e o abdômen se expande. Enquanto expira, o diafragma relaxa, ocorre a retração elástica dos pulmões e o abdômen diminui a sua expansão, voltando à posição inicial. Inspire durante 3 segundos e expire durante 6 segundos. Repita de 10 a 15 vezes.

 

Respiração abdominal com retenção

Exercício semelhante ao anterior, mas com uma pausa após inspiração e outra após expiração. Inspire durante 3 segundos, retenha o ar mais 3 segundos, expire durante 6 segundos e faça uma pausa de mais 3 segundos. Repita 10 a 15 vezes.

Se não se sentir cômodo ao praticar este exercício, não force e diminua a sua duração. Faça inicialmente: 2 segundos de inspiração, retenção do ar 2 segundos, expiração 4 segundos e mais 2 segundos de pausa.

 

Respiração total ou completa

Inspire durante 3 segundos pelo abdômen, seguindo-se mais 3 segundos pelo tórax, conjuntamente com a região clavicular. Faça uma pausa de 3 segundos, enquanto retém o ar. Expire durante 12 segundos, relaxando todo o tórax, diafragma e abdômen. Faça uma pausa durante mais 3 segundos.

Antes de efetuar esse exercício, pratique primeiramente de forma gradual os anteriores.

 

 

Respirar também pode ser utilizado como um mecanismo para controlar a ansiedade, na meditação, por exemplo. O ato de prestar atenção à própria respiração faz parte da base de praticamente todas as tradições contemplativas que utilizam a meditação. Algumas terapias que trabalham com respiração:  Reichiana, de Wilhelm Reich; da Bioenergética, de Alexander Lowen; e da Respiração Holotrópica, da Stanislav Grof.

 

Gostou das dicas? Não se esqueça de curtir nossa página no Facebook para não perder nenhuma!

0 Comentários

Deixe o seu comentário!







Contato